ABCMais
O Portal do Grande ABC

Publicidade

Prefeitura de São Bernardo assina início das obras do tratamento e coleta de esgoto de 70 mil famílias

27

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinaram nesta segunda-feira (08/01) a ordem de serviço que autoriza, de forma imediata, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), a instalar tubulações e bombas para o tratamento e coleta de esgoto de 70 mil famílias dos  bairros  Imigrantes,  Jardim  Laura, Las Palmas,  Los Angeles, Pinheirinho e Represa, na primeira etapa do Programa Pró-Bllings, com um investimento de R$ 89, 4 milhões.  A medida é uma das mais amplas que serão tocadas pela Sabesp, que também vai beneficiar indiretamente demais municípios da região, além de valorizar a represa, córregos e os rios.

Ao todo, serão construídas 34 estações elevatórias para  o  bombeamento  de  esgoto,  51  km  de  redes coletoras e 9,5 km de coletores-tronco  (tubulações  de grande porte).  A primeira fase vai gerar cerca de 500 empregos diretos e indiretos. Além do prefeito de São Bernardo e do governador do Estado, participaram do ato o  presidente  da  Sabesp  Jerson  Kelman,  e o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, o vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, demais secretários da Administração municipal, vereadores da base aliada e moradores locais.

“O acontecimento de hoje aqui foi o maior passo já feito para recuperar o manancial da Represa Billings de todo o Grande ABC. Esta primeira etapa abraçou uma importante região. A segunda entra todo o Grande Alvarenga. O serviço representa o tratamento e a coleta de esgoto de um terço da nossa cidade. São 250 mil pessoas, 70 mil famílias, atendidas”, destacou Morando mencionando a segunda etapa de obras, que será lançada também neste ano, beneficiando com coleta e tratamento de esgoto mais de 40 bairros de São Bernardo.

O edital de licitação  do segundo lote está concluído e será publicado até o final deste  mês,  com  um  investimento de R$ 108 milhões. As obras devem gerar nessa fase  mais  700  empregos  diretos.  Serão atendidos nessa etapa os seguintes  bairros: Alvarenga, bairros dos Casas, Batistini, Cama Patente, Comodoro,  Divineia,  Jardim  Alvorada,  Jardim  Campestre, Jardim Castelo Branco,  Jardim  Central,  Jardim Cláudia, Jardim Detroit, Jardim do Lago, Jardim Ipanema, Jardim Ipê, Jardim Marco Polo, Jardim Nova Patente, Jardim São  Jorge,  Jardim Senhor do Bonfim, Jardim Skaff, Jardim Thelma, Lavras, Luiz  Marçon,  Nossa  Casa,  Nossa  Terra, Nosso Lar, Pantanal, Parque das Flores,  Parque  Esmeralda,  Parque Espacial, Parque Havaí, Parque Veneza, Peixoto,  Sítio Bom Jesus, União e Força, Vila Bosque, Vila Carminha, Vila Norma, Vila Nova, Vila Nova Jardim, Vila Santa Mônica e Vila Vitória.

“Essa obra significa saúde para a população e de outro lado é limpeza da Billings, ou seja, cuidado com o meio ambiente. Há também geração de emprego. Governar é escolher. A despoluição da Billings. Estamos iniciando os serviços para mais de 1 bilhão de litros de esgoto por mês passarão a ser coletados  tratados. As duas etapas serão concluídas juntas até 2020 beneficiando São Bernardo e demais municípios”, pontuou Alckmin.

Comentários